Atuação do Professor na Sala de Aula.

Atuar na sala de aula é uma das principais competências do professor, teoricamente a postura, linguagem e aparência são requisitos básicos para uma boa atuação, contudo é imprescindível que a comunicação na atualidade seja harmoniosa, saudável e adequada a cada faixa etária.

O professor ao atuar na sala de aula, ainda apresenta muita preocupação em seguir o planejamento, não perder o foco no conteúdo. Existe uma cobrança em fazer uso do material didático, o livro precisa estar completo, o caderno com muitas atividades, essas exigências foram minando a criatividade do educador, e fazendo-o perder o olhar para o que realmente importa, ou seja, ter um aluno feliz e encantado pelas aulas, o aluno está perdendo a vontade de ir à escola, está na hora de mudar este cenário.

O perfil do educador na atualidade.

Atuar na sala de aula exige do professor uma postura respeitosa, contudo é desnecessário mostrar autoritarismo, está na hora de desmontar a aparência “severa” e formal; e  concentrar-se na preocupação de manter a organização da classe e fazê-los deter o máximo de conhecimento possível.

O  aluno não precisa ficar em fileira todos os dias, ele não precisa analisar o tamanho da cabeça do seu colega à frente, a cor e qualidade do cabelo, que talvez seja o mesmo todos os dias… Amplie o olhar do seu aluno, seja flexível, “modifique o ambiente” e organize o pensamento crítico do aluno, dê a ele liberdade de expressão.

Na atualidade o aluno é capaz de absorver informação através das redes sociais, o professor pode atuar na sala de aula como mediador; neste novo conceito é importante despertar no aluno que o professor pode ser um grande aliado para aprimorar o conhecimento preexistente. Neste contexto uma boa estratégia é,  instigar, provocar, criar situações de debate, dividir o lugar de protagonista com os alunos, numa aula onde as carteiras não estarão fixas, dê aos alunos a possibilidade de se olharem, falarem frente – a – frente, mostre aos alunos que você, professor, também tem  desejo de aprender e aprimorar o conteúdo proposto. Nesta troca ficará evidente que o aluno é tão importante quanto o professor na construção do conhecimento.

Professor e Aluno – Uma parceria de sucesso.

Atuar na sala de aula, além de educar requer criar vínculo por parte do educador; escutar o  aluno pode ser uma das estratégias para o seu sucesso, o aluno precisa se sentir à vontade, seguro para buscar o que será importante para o seu conhecimento como cidadão, como membro de uma sociedade; compartilhe com os alunos as suas dificuldades profissionais e também, suas maiores realizações,  desta forma você ganha a confiança e a sinceridade dos alunos e acima de tudo o respeito.

“Um excelente educador não é um ser humano perfeito, mas alguém que tem a serenidade para se esvaziar e sensibilidade para aprender.”
Augusto Cury

Os desfios da sala de aula virão, seja perspicaz, educar precisa de sabedoria, provocar uma situação de constrangimento pode te levar ao fracasso, fique atento e procure chamar a atenção em particular, com tranquilidade; seja verdadeiro com o seu aluno e resolva com ele os pontos necessários para retomar a harmonia.  Elogios devem ser feitos no grupo, em voz postada. Trabalhe a auto estima do aluno! Sentir-se motivado é muito importante para um bom desenvolvimento cognitivo, mostre o quanto ele é importante para você, e procure evidenciar de forma positiva todos os alunos, no decorrer das aulas.

Decorar rapidamente o nome dos alunos não é uma tarefa fácil, porém é uma ótima oprtunidade de mostrar-lhes o quanto eles já fazem parte do seu cotidiano. Fique atento a pequenas coisas, como: Um corte de cabelo;  um item diferente, na sua vestimenta ou na aparência de uma forma geral.

Um fator muito importante é estar atento as faltas na classe, não deixe de perguntar o motivo da ausência do aluno. Repare suas atitudes e comportamento, procure conhecer o aluno, olhe-o nos olhos e sempre que sentir necessidade, pergunte:  Está tudo bem?  Este perfil de educador jamais será esquecido pelos alunos.

O desafio de promover aprendizagem significativa.

“Aprender significativamente é ampliar e reconfigurar ideias já existentes na estrutura mental e com isso ser capaz de relacionar e acessar novos conteúdos.”
David Ausubel

 

O sucesso é um resultado gradativo e crescente, atuar na sala de aula, é árduo, dias melhores, dias piores, o professor também é um ser humano, em contato diário com outros seres humanos distintos. Pensa num “mix de emoções”, esta é a sua sala de aula, são os seus alunos, são entregues à você, então, procure conhecê-los, o que eles foram nas séries anteriores não importa mais… A partir deste momento você terá a grande oportunidade de viver com eles uma nova história. Aproveite os primeiros momentos para criar laços afetivos, não é hora de  preocupar-se com  conteúdos, pode ter certeza que você não estará perdendo tempo, mas sim, ganhando um tempo significativo da aula.

O professor, assim como os alunos, leva todos os dias para sala de aula uma bagagem, não somente de conteúdo, mas também leva consigo; suas emoções, sentimentos, problemas do cotidiano…  Dividí-los de forma coerente com seus alunos diminui o “peso”, e vai estreitando a relação de vocês; afinal este ambiente precisa estar “leve”…  Atente para a energia da sua sala de aula,  e o  crescimento intelectual dos seus alunos será um processo natural, desafie a rotina. Tente diferente, todos os dias, surpreenda seus alunos. Compatilhe novidades, diversifique os gêneros textuais,  escolha uma música para cantarem juntos… Seja feliz com seus alunos! A presença deles é temporária, mas o aprendizado será para todo sempre.

O professor na atualidade precisa atender as individualidades dos alunos e atuar com o desejo de construir uma aprendizagem significativa, identificando as necessidades de cada um, com desenvoltura e criatividade a qualquer área de estudo, e se por algum momento lhe faltar inspiração, conte com o apoio dos seus alunos, eles com certeza terão muito a contribuir.